Queres jogar comigo?
Share |
[ Imprimir ]
O rio, de montante a jusante
Os Ecossistemas ribeirinhos estabelecem-se em torno de um curso de água doce corrente em constante movimento de montante para jusante.

Assentam a base da sua existência na água doce e são constituídos por zonas húmidas muito importantes. Fazem a transição entre o ecossistema aquático e o ecossistema terrestre, pelo que podem ser explorados por espécies tipicamente aquáticas mas, também, por espécies terrestres que dependem do factor água para o seu desenvolvimento e ainda por outras que encontram aqui alimento e refúgio. Por isso se diz que os ecossistemas ribeirinhos suportam uma enorme biodiversidade.

Pode-se aqui encontrar uma diversificada fauna microscópica e diversas espécies de insectos, moluscos, crustáceos, peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos.

De facto, um rio ou ribeira em boas condições é um local dinâmico e “cheio de vida”!
Nas suas margens, a vegetação estabelece-se em função da sua tolerância à água.


STQQSSD
 0102
03040506070809
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
PRÓXIMO EVENTO
"Os 4 Elementos" serão o tema da próxima sessão do Programa "Ambiente em Família", dinamizada por
Notícias
A pegada hídrica de um país é:
o volume total de água usado para consumo dos habitantes;
A nossa pegada ambiental;
A quantidade de CO2 que cada um produz;
Nenhuma das anteriores;
Águas do Douro e Paiva POS
© 2015 Água Online. - Todos os Direitos Reservados